quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Fabio Guadalupe - Teorema Menor XLVIII


Fabio Guadalupe - Teorema Menor XLVIII




Poemas do primeiro Livro de Fabio Guadalupe, Teorema Menor, declamado ao vivo no programa Os Descabelados da Rádio Revolução Fm, para adquirir:






XLVIII

Pois se eu me mato
Sei que  tu se matas
Então ele também.

Mas nós só vivemos
Plantamos sementes
Somos de bem.

Fontehttps://youtu.be/i_-yFxql0gQ

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Fabio Guadalupe - Teorema Menor (IV, V, VI, VII)




Poemas do meu primeiro Livro , Teorema Menor, para adquirir:







IV
Por que se sente sozinha?
Tem medo de falar o que sente,
Você tem medo de ser real?
Se sorrir e se expressar,
Tem medo de sentir amor,
Gostar e sentir prazer.
Eu te pergunto de novo
Por que se sente sozinha?



V

Rosa Bela
Rosa de Espinhos
Ela tem medo de Machucar
Ela tem medo de vocês.

VI

Um Mundo pode ser criado dentro de um quarto
Enquanto outro é destruído fora dele
Alguém se corta do lado dentro
Alguém chora do lado de fora

VII

Quem é o bobo que se engana
Pela procura da perfeição
Isso que procura não existe
Procure ter mais percepção

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Fábio Guadalupe - Teorema Menor (VIII)


Fábio Guadalupe - Teorema Menor (VIII)




Poemas do primeiro Livro de Fabio Guadalupe, Teorema Menor, declamado pela Katia Pires Chagas no Toca do Engenho (10 de Julho de 2017) , para adquirir:





VIII
Me arrume um canto que eu possa dormir
Uma canção é tudo, pra conseguir
Algo que faça lembra
Do sonho de podermos coexistir.


Fontehttps://youtu.be/wgxj0wVjynM

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Fábio Guadalupe - Teorema Menor (I, II e III)


Fábio Guadalupe - Teorema Menor (I, II e III)



Poemas do meu primeiro Livro , Teorema Menor, para adquirir:





I - Início da Teorização

Cade a nova ideia de conceitos e de Juventude
                                             Alzheimer!!!
Temos medo de Sair e rasparam nossa cabeças.

O vento Traz Fuligem com toda sua doença nojenta
Para as minhas terras de caminhos (às vezes) absurdos,
Mas eu preciso prosseguir,
                       Eu devo prosseguir.

Vejo Gênios se apagarem
Pela Alienação Hipócrita e Boçal
se você se identificou; não prossiga
é melhor parar por aqui, para seu próprio bem.

II

A mulher olha para o céu
Que esta trovejando
ela vê a cor da luzes
tem medo da chuva e das pessoas felizes
Ela tem medo de se divertir
Ela tem medo
Ela tem
Ela

III

Mexe a Boca, mas não consegue falar
Abaixa a cabeça olhando de lado
da um sorriso sem graça
levanta cabeça me olha nos olhos
Fecha o feixe e abaixa a cabeça.

Fonte: https://youtu.be/z94fe4UIlVo

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Xambudificando


Se você soubesse o poder que tem
De me deixar Zen

Ahhh meu bem
Tu só brincava comigo de fazer neném.

(Fabio Guadalupe - Rio de Janeiro, 15 de Junho de 2016)


sexta-feira, 30 de junho de 2017

[NCP 058] Teorema Menor



[NCP 058] Teorema Menor





Finalmente saiu meu primeiro livro pela Na Cara e Coragem produções, são em torno de 50 poemas para serem apreciados sem moderação, acima existem 3 links para comprar a versão em e-book, ou ler ele na integra no site ISSUU, mas caso queira adquirir em formato físico o valor é de R$10, 00 (Dez Reais), basta fazer o pedido pelo e-mail nacaraecoragem@yahoo.com.br, o livro em sua fase de produção estava disponível para ler, mas acho que o google o achou imoral demais e tirou do ar, mas talvez você ache alguns poemas soltos por ai.








segunda-feira, 19 de junho de 2017

Fosforito


Os dentes trincado e amarelos
Dizem que isto é uma cara feliz
Cadê o sorriso nos seus olhos
O que adianta ser tudo tão colorido
Se teu mundo é tão preto e branco
(Fabio Guadalupe - Rio de Janeiro 07 de Outubro de 1999)